Skip to content

Como Consultar FGTS De Falecido

Quando um familiar acaba falecendo, a tristeza é tanta que nem sempre temos cabeça para saber o que ele deixou em vida. Muitas vezes os parentes acabam não verificando, por exemplo, se a pessoa tinha direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Por isso é importante entender como consultar o FGTS de falecido.




O falecimento é uma das condições que permite o saque do Fundo de Garantia, por herdeiros ou parentes. A retirada dos valores pode ser feita integralmente, sem qualquer tipo de desconto. Mas para isso é preciso consultar o FGTS do falecido pelo site, app ou presencialmente.

O acesso ao saldo, saque e extrato do FGTS requer alguns documentos necessários da pessoa falecida para ser consultado. Na maioria dos casos não é preciso fazer um inventário, desde que os dependentes estejam habilitados na Previdência Social.

consulta-de-fgts-da-pessoa-falecida

Como Consultar FGTS De Falecido

Os familiares da pessoa falecida que trabalhava com carteira assinada, têm como consultar o FGTS de falecido. As informações da conta são obtidas através de um cadastro no site da Caixa Econômica Federal (CEF), pelo aplicativo ou presencialmente em uma das agências do banco.




Para sacar o valor, a legislação estabelece uma ordem de prioridade entre os herdeiros e dependentes habilitados à pensão por morte. É preciso comprovar o vínculo (familiar e/ou econômico) com o falecido, através de documentos específicos, que variam de acordo com cada caso.

Se não houver dependentes habilitados na Previdência Social, um sucessor pode ter acesso à quantia. Neste caso, deve-se solicitar à justiça um alvará que autorize a movimentação do dinheiro.

Entre os dependentes podemos citar: cônjuge ou companheiro em união estável, filhos, pais e irmãos. É obedecida a ordem de categoria. Caso o falecido deixe um filho, ele terá direito ao benefício, excluindo assim os pais e irmãos.




Se houver mais de um dependente de uma mesma categoria, o valor é dividido, igualmente, entre eles. Antes de requisitar o saque, o ideal é consultar o FGTS do falecido e se informar sobre a documentação exigida.

Consultar FGTS de falecido pelo site

Os dependentes podem consultar o FGTS de falecido pelo site da Caixa. Se já houver o cadastro da pessoa falecida, basta fazer o login. Caso contrário, é necessário o cadastramento, veja:

  • Acesse o site do Portal da Caixa;
  • Digite o CPF, NIS ou e-mail da pessoa falecida;
  • Clique em “Cadastrar/Esqueci senha”;
Consultar FGTS De Falecido
(Fonte: Site Caixa Econômica Federal)
  • Leia o regulamento e clique em “Aceito”;
  • Informe os dados pessoais do falecido;
  • Crie uma senha com até 8 dígitos (letras e números) e pressione “Confirmar”;
  • Você será redirecionado para a tela de login. Coloque o CPF ou NIS e a senha cadastrada. Pressione “Aceitar”.

Ao acessar a conta você poderá verificar as informações sobre a conta, como saldo, extrato, extrato completo e saque imediato. Caso a pessoa tenha mais de uma conta, os dados serão exibidos separadamente.

Consultar FGTS de pessoa falecida pelo App

Os herdeiros e dependentes também conseguem consultar o FGTS da pessoa falecida pelo app “FGTS”. O aplicativo está disponível para dispositivos Android e iOS. Abaixo você confere como fazer o download e consultar o Fundo de Garantia:

  • Vá até a loja de aplicativos do seu celular ou tablet (Play Store ou App Store), procure por “FGTS” e escolha o app oficial da Caixa;
  • Toque em “Instalar” e aguarde até a conclusão da instalação;
Consultar FGTS De Falecido
(Fonte: Play Store)
  • Abra o app e selecione “Entrar no aplicativo”;
  • Informe os dados do falecido. Se você não tiver acesso ao e-mail da pessoa que faleceu, coloque o seu;
  •  Cadastre uma senha de acesso com 6 dígitos e toque em “Cadastre-se”; Abra o e-mail cadastrado e clique no link que foi enviado;
  • Após a validação da conta, faça o login com o CPF e a senha cadastrados;
  • Com o menu aberto você poderá verificar todas as informações sobre as contas do FGTS.

Se a pessoa falecida já tiver um cadastro no app, basta pressionar “Esqueci a senha”. Assim dá para cadastrar uma nova senha e utilizar o aplicativo sem ter que fazer um novo cadastro.

Consultar FGTS de falecido presencialmente

Existe ainda, a opção de consultar o FGTS de falecido presencialmente, em qualquer agência da Caixa. Para isso, os dependentes precisam levar uma lista de documentos pessoais e do titular da conta.

É bom lembrar, que para sacar o valor, em alguns casos, é solicitada uma documentação específica. Além disso, se os dependentes forem menores de idade, será aberta uma conta poupança no nome deles.

Você pode encontrar o ponto de atendimento mais próximo através do site da Caixa Econômica Federal. É só indicar “Agências”, em qual tipo de atendimento, informar o estado e a cidade que deseja ser atendido.

Verifique a situação da sua cidade e certifique-se de quais serviços estão sendo realizados presencialmente.

Documentos Necessários Para Consultar FGTS De Pessoa Falecida

Os documentos necessários para consultar o FGTS de pessoa falecida, e efetuar o saque, são os seguintes:

  1. Documentos de identificação do dependente;
  2. Certidão de óbito;
  3. Número do PIS/PASEP ou NIS do falecido;
  4. Carteira de trabalho do falecido ou documento que comprove o vínculo empregatício;
  5. Declaração de dependentes habilitados à pensão, fornecida pelo instituto de Previdência Social ou alvará judicial indicando os sucessores do falecido. Ou ainda, Escritura Pública de Inventário;
  6. Certidão de nascimento ou documento de identidade e CPF dos dependentes menores de idade.

Caso não tenha em mão o número do PIS ou NIS, temos dois artigos de como consultar o número do PIS e como consultar o número do NIS, pode te ajudar!

O inventário é dispensado caso haja informações sobre os dependentes na Previdência Social ou em órgão pagador de pensão. No entanto, se o valor do FGTS estiver vinculado a um processo de inventário, os sucessores vão precisar ser citados na Escritura Pública de Inventário, lavrada por Tabelião de Notas.

Vale lembrar que o Fundo PIS/Pasep foi extinto. O saldo existente foi transferido para o FGTS e poderá ser sacado integralmente, junto com o Fundo de Garantia.

As demais dúvidas sobre o valor do saque, a data do pagamento e onde a quantia  será retirada, podem ser esclarecidas pelos atendentes da Caixa.

Este artigo tem caráter apenas informativo, ou seja, não possui vínculo algum com a empresa prestadora do serviço que, por ventura, possa ser citada ao decorrer do artigo. Não isentamos a pesquisa das informações no site oficial do órgão provedor dos serviços.