Skip to content

Como Consultar FGTS Inativo

O FGTS é um fundo de garantia criado para proteger os trabalhadores que são demitidos sem justa causa. Esse benefício pode estar ativo ou não e, pensando nisso, existem diferentes formas para saber como consultar o FGTS inativo, caso seja a sua situação atual.




As pessoas ainda têm muitas dúvidas a respeito desse tema, principalmente sobre como fazer a consulta ou se possuem o direito. Em alguns casos, mesmo com o FGTS inativo, os trabalhadores podem ter um valor a sacar.

O conceito do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço foi definido a partir de uma abertura de uma conta que está diretamente vinculada ao contrato de trabalho estabelecido entre empregador e empregado.

Todo o mês, as empresas contratantes depositam um valor que corresponde a 8% do salário, criando uma rotina de depósitos mensais que compõem o fundo. Esses valores são um direito do trabalhador e existem regras definidas pelo Estado para saques, assim como para os depósitos.

O FGTS é garantido para todos os trabalhadores que estiverem sob o regime de contratação CLT, a Consolidação das Leis do Trabalho. Além destes, os trabalhadores rurais, temporários, avulsos, domésticos, safreiros e atletas profissionais também estão incluídos como recebedores do FGTS.

Desde dezembro de 2016, o Governo Federal criou algumas medidas para estimular a economia do país. O saque do dinheiro presente em contas inativas do FGTS foi uma delas e isso acabou gerando muitas dúvidas por parte dos contribuintes.

Basicamente, as contas inativas do FGTS são determinadas a partir de um fator específico: quando ocorre a rescisão contratual, seja pelo pedido de demissão do trabalhador, ou pela demissão por justa causa. Mediante a esse fato, os depósitos deixam de cair em conta, deixando a mesma inativa.

Ainda que ela esteja sob essa situação, o vínculo com o empregado se mantém, ou seja, continuará recebendo juros e correções monetárias normalmente. A Caixa Econômica é a responsável pela gestão do fundo, ainda que inativo. Além disso, o banco também controla as datas e a forma como o pagamento deve ser feito.




Geralmente, essas condições especiais para saque só podem ser feitas a partir do segundo semestre do ano. Você só receberá os valores referentes ao benefício da sua conta inativa se existir um valor disponível.

Como Consultar FGTS Inativo

Como consultar FGTS inativo

Os meios digitais possibilitam um acesso mais fácil para saber como consultar o FGTS inativo. Seja por meio do site da Caixa Econômica Federal, ou pelo aplicativo do FGTS, disponível para celulares Android e iOS, o trabalhador pode ter um maior controle, de maneira rápida e prática, sobre a sua situação de conta do FGTS.




A diferença entre o FGTS ativo e o inativo pode ser definida da seguinte forma:

  • FGTS ativo: A conta ativa se refere ao seu atual emprego, que recebe depósitos normalmente, destinados ao Fundo de Garantia.
  • FGTS inativo: Expressão usada para as contas inativas do FGTS, referente aos seus empregos anteriores. Essa situação acontece quando os depósitos são interrompidos. 

O trabalhador que estiver com a conta inativa, não poderá retirar o dinheiro em todas as situações. Isso acontece por regras impostas pela lei, deixando o benefício acessível apenas em casos de aposentadoria, compra de um imóvel, estar por três anos consecutivos fora dos regimes impostos pelo FGTS e com 70 anos ou mais.

Ainda existem outras duas formas para consultar o FGTS inativo. Por meio do extrato impresso que vem pelos Correios e nas agências da Caixa Econômica Federal, os trabalhadores podem ter acesso de forma mais direta, caso possuam alguma dificuldade com os meios digitais.

Ao optar por essa forma de consulta, o trabalhador deve fornecer o número de PIS/PASEP ou o NIT (Número de Identificação do Trabalhador). Caso a pessoa não tenha algum desses números, poderá ser usado o NIS (Número de Inscrição Social), usado por quem tem benefícios sociais.

Esse número pode ser encontrado de três formas:

  • Na carteira de trabalho;
  • No cartão cidadão;
  • No extrato impresso do FGTS.

Confira agora como seguir um passo a passo para consultar o FGTS inativo nesses diferentes canais. 

Como saber se tenho FGTS inativo pelo site

Para saber como consultar a conta inativa do FGTS pelo site, o usuário deverá entrar no site da Caixa Econômica Federal e clicar no ícone destinado para o fundo de garantia. 

Logo após, insira o seu número de CPF ou NIS e coloque a senha de acesso que você já terá criado em seu cadastro. A próxima página terá os termos do cadastro digital, que você precisará ler com atenção e clicar em “Aceito”.

Depois de preencher o restante dos seus dados cadastrais, você será levado a uma página que vai constar todos os benefícios ao trabalhador. De todas as abas disponíveis na parte superior da tela, você deve escolher a aba “FGTS” e depois selecionar “Extrato” ou “Extrato completo”.

Essas opções vão indicar o valor do saldo inativo. A diferença entre ambas é que a opção “Extrato” indica os lançamentos de juros e das correções monetárias, enquanto o “Extrato completo” mostra todo o rendimento da conta desde a sua abertura.

Como saber se tenho fundo de garantia inativo pelo aplicativo

Na hora de consultar o fundo de garantia inativo pelo aplicativo do FGTS, você deverá baixar uma versão atualizada para o seu celular, seja ele Android ou iOS.

Após o download ser concluído, o passo a passo para consultar o fundo de garantia inativo é o seguinte:

  1. Se for o seu primeiro acesso, clique em “Primeiro Acesso”;
  2. Leia o contrato de uso e clique em “Aceitar os termos”;
  3. Informe um dos seguintes números: PIS/PASEP/NIS/NIT;
  4. Irá abrir uma formulário para preenchimento, que você deve colocar os seus dados pessoais e depois clicar em “Próximo”;
  5. Crie uma senha de sua preferência e clique em “Cadastrar”.

Feito o cadastro, você já poderá fazer a consulta normalmente. 

Telefone para consultar FGTS inativo

É possível fazer a consulta ao FGTS inativo por meio do telefone 0800 726 0207. Será necessário, entretanto, o número do PIS, endereço, RG e CPF.

Este artigo tem caráter apenas informativo, ou seja, não possui vínculo algum com a empresa prestadora do serviço que, por ventura, possa ser citada ao decorrer do artigo. Não isentamos a pesquisa das informações no site oficial do órgão provedor dos serviços.